Marta é nomeada Defensora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

A jogadora foi convidada pelo secretário-geral da ONU, António Guterres

Tempo estimado para leitura: 3 minuto(s)


A jogadora Marta, maior nome em atividade do futebol brasileiro tendo sido eleita melhor jogadora em seis anos (um fato inigualado entre homens e mulheres), acaba de confirmar à Vogue que aceitou a nomeação como Defensora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU e se engajará na defesa das metas e planos da Agenda 2030.

A atleta já havia sido nomeada Embaixadora da Boa Vontade da ONU Mulheres, em 2018, e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em 2010, e teve sua colaboração à causa da equidade de gêneros destacada na carta que oficializa a indicação ao cargo.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Segundo o site oficial, a “Agenda 2030 é um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade, que busca fortalecer a paz universal. O plano indica 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS, e 169 metas, para erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta.”

Abaixo, o convite na íntegra, assinado por António Manuel de Oliveira Guterres, secretário-geral da Organização das Nações Unidas desde 2017.

“Prezada Senhora Marta Vieira da Silva,

A Agenda 2030 de Desenvolvimento Sustentável, adotada pelos Estados Membros em setembro de 2015, tem provido ao mundo um mapa global e uma oportunidade única de difundir mudanças positivas para a humanidade. A natureza interconectada, universal e transformadora da Agenda 2030 requer responsabilidade coletiva, a capacidade de prestar contas e ações de governos, do sistema das Nações Unidas e de uma gama de stakeholders contribuindo para a implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O mundo está, atualmente, sitiado por incertezas políticas, crescentes discordâncias sociais e vulnerabilidades trazidas pelas mudanças climáticas. Nesse complexo cenário global, mudar pensamentos, atitudes e comportamentos é crítico se quisermos garantir um futuro em que as pessoas vivam uma vida com dignidade e prosperidade em um planeta saudável.

Me dá um grande prazer, então, nomeá-la como Defensora dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável pelo período de 2019 a 2020. Defensores dos ODS desempenham um papel fundamental nos esforços de meu escritório para avançar a Agenda 2030. Eles e elas usam suas vozes poderosas para ampliar consciência entre as novas audiências, mantêm o compromisso global e apelam por uma ambição cada vez maior e uma ação escalável em nossa busca por alcançar os ODS até 2030.

Como uma defensora da igualdade de gênero e do empoderamento de mulheres, você está posicionada de forma singular para promover os Objetivos, trazendo-os para o centro da atenção global. Eu lhe agradeço por sua dedicação em seu papel como Embaixadora da Boa Vontade tanto da ONU Mulheres quanto do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Seus esforços para promover o papel das mulheres e meninas no esporte e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio demonstraram o seu forte compromisso com as Nações Unidas. É imperativo nos unirmos, colaborarmos e construirmos parcerias, apoiando uns aos outros, em acelerar a ação global rumo aos ODS. Aguardo ansiosamente por seu aceite a esta nomeação pois nos esforçaremos para trabalhar duro juntos para construir o futuro sustentável que nós precisamos para a comunidade global até 2030.”

Fonte VOUGUE
você pode gostar também