Japão começa Olimpíada com vitória sobre Austrália no softbol

Primeira disputa dos Jogos Olímpicos começou na noite desta terça-feira (20) no horário brasileiro. Japonesas venceram por 8 a 1

Tempo estimado para leitura: 3 minuto(s)


O programa esportivo dos Jogos Olímpicos de Tóquio foi aberto na noite desta terça-feira no Brasil, manhã de quarta-feira no horário local com uma partida de softbol entre Japão e Austrália, em Fukushima. O Japão, anfitrião da Olimpíada, venceu sem dificuldades por 8 a 1.

Logo mais jogam Itália x Estados Unidos (0h de Brasília) e México x Canadá  (3h).

Embora a cerimônia de abertura dos Jogos esteja marcada para a próxima sexta-feira, no Estádio Olímpico de Tóquio, o torneio de softbol, no qual apenas equipes femininas competem, teve início dois dias antes.

A partida inaugural dos Jogos, realizada com portões fechados, começou às 9h (local, 21h de terça-feira em Brasília) no Estádio Azuma, em Fukushima), uma das sedes fora da capital japonesa. Apesar da ausência de público, o presidente do comitê organizador, Seiko Hashimoto, esteve presente.

Yukiko Ueno (38 anos), que tinha conduzido o Japão ao ouro em Pequim-2008, foi a encarregada de iniciar a partida.

O softbol estreou no programa olímpico em Atlanta-1996 e esteve nos Jogos entre aquela edição e a de 2008.

É agora, juntamente com o beisebol, no qual disputam equipes masculinas, um dos esportes adicionais propostos pelo Comitê de Organização local e aprovados pelo Comitê Olímpico (COI), ao lado do caratê, da escalada e do surfe.

No entanto, o softbol não fará parte do conclave olímpico de Paris 2024, embora tenha a esperança de voltar a Los Angeles 2028, em um país que é uma potência deste esporte e do beisebol.

O softbol e sua “versão masculina”, o beisebol retornam ao programa olímpico após a ausência em Londres 2012 e Rio 2016 e tem a companhia de quatro esportes estreantes: karatê, escalada, surfe e skate.

As regras do softbol

No softbol as equipes contam com nove jogadoras em um campo conhecido como ‘diamante’.
Elas alternam entre sessões de rebatidas e de campo chamadas entradas.

O time de defesa ou campo consiste em uma arremessadoar, receptora, quatro jogadoras internoas e três defensoras externas.

O equipamento principal é um bastão de até 86 centímetros de comprimento, pesando entre um e cinco quilos; e uma bola, uma esfera de cortiça revestida de couro.

A arremessadora lança a bola para a rebatedora.

Esta precisa rebater a bola e em seguida correr sentido anti-horário ao redor das três bases e voltando para a base onde estava.

O objetivo da equipe em campo é obter três outs por entrada, por:

Bola voadora: pegar uma bola atingida pela rebatedora antes que ela atinja o solo

Bola no solo: quando a bola é rebatida ao longo do solo e a rebatedora não consegue alcançar a primeira base antes do lançamento ou marca para fora

Strike out: Quando a rebatedora não consegue colocar a bola em jogo e recebe três rebatidas.

Quando uma defensora – com a bola na mão – toca a rebatedora antes de esta atingir a base.

Depois de três eliminações, as defensoras passam a rebater.

Uma partida consiste em nove entradas. Se o placar estiver empatado, duas entradas adicionais são jogadas.

As regras do softball são semelhantes às do beisebol, exceto que a área de jogo é mais larga, a bola é maior e menos densa e os arremessos são lançados por baixo. As bolas de softbol tem entre 30,2cm e 30,8cm de circunferência e pesam de 178,0g e 194,8g.

Em média, uma partida de beisebol ou softball dura cerca de três horas.

A estreia do Brasil em Tóquio está marcada para as 5h (de Brasília) desta quarta, em jogo da equipe feminina de futebol contra a China, no Estádio de Miyagi.

Fonte r7
você pode gostar também