Diretor de Transformers tem filme sobre coronavírus vetado por sindicato

Michael Bay, que já foi chamado de Hitler por Megan Fox, pretendia filmar o filme Songbird, sobre a pandemia, mas não respeitou protocolos de segurança

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O filme Songbird, do diretor americano Michael Bay, sobre a pandemia do novo coronavírus, teve sua produção vetada pela Federação Americana de Artistas de Televisão e Rádio na quinta, 2. Segundo informe da entidade, “os produtores não foram específicos sobre seus protocolos de segurança”.

O sindicato também afirmou que os produtores não se tornaram signatários do acordo sobre a volta das filmagens. Pelo cronograma da produção, os trabalhos começariam logo, uma vez que, desde dia 12 de junho, trabalhos de filmagens estão permitidos em Hollywood, mas sob regras sanitárias e de segurança, como uso de máscara, equipe reduzida no set e redução de cenas com contato físico.

Bay é um produtor conhecido por fazer filmes de grande orçamento. Em seu currículo estão produções como Pearl Harbor,, A Ilha, Armagedon, A Rocha e Transformers, franquia que já arrecadou mais de 2 bilhões de dólares em bilheteria.

Recentemente, Bay foi envolvido em outra polêmica, quando ressurgiu na internet uma entrevista da atriz Megan Fox, em 2009. No programa de Jimmy Kimmel, sucesso da TV americana, Fox relatou que o produtor a colocou de biquíni em uma cena sensual, quando ela tinha 15 anos. A atriz também contou que Bay fez comentários de cunho sexual ao vê-la em trajes de banho. O episódio aconteceu durante as filmagens de Bad Boys

Fox chegou a trabalhar de novo com Bay em Transformers e em Bad Boys 2.  Mas, foi demitida após dizer que o produtor era um “pesadelo”e que ele atua como Hitler nos sets de filmagem.

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte exame
você pode gostar também