Matemático ganha US$ 3 milhões por provar teorema

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


A questão é tão complexa que nem doutorandos da área conseguem compreendê-la.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Alex Eskin, matemático da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, ganhou R$ 12,2 milhões após ser premiado com o Breakthrough Prize de 2020.

O norte-americano de origem russa foi honrado pelo trabalho que, segundo os especialistas, provou seu “teorema da varinha mágica”.

Eskin desenvolveu a ideia em parceria com Maryam Mirzakhani, primeira mulher a receber a Medalha Fields, considerada o Nobel da matemática.

O teorema da varinha mágica foi criado em 2013 pelos especialistas, mas só agora Eskin pôde provar que a ideia estava correta.

“[Essas foram] descobertas revolucionárias na dinâmica e na geometria dos espaços de módulos dos diferenciais abelianos”, apontaram os membros do comitê responsável pela premiação, informa a revista Galileu.

Fonte renovamidia
você pode gostar também
×