Governo comemora o Dia do Artesão com exposição

Tempo estimado para leitura: 3 minuto(s)


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), promove nesta sexta-feira, 16, das 9 às 17 horas, uma exposição de artesanato para celebrar o Dia do Artesão. A data será comemorada na segunda-feira, 19, mas, em virtude do feriado municipal em alusão ao padroeiro de Palmas, São José, a secretaria antecipará as comemorações com uma exposição no hall de entrada da pasta, na Praça dos Girassóis, reunindo diversas peças de artesanato produzidas com matérias-primas oriundas do Cerrado tocantinense, a exemplo do capim dourado, sementes e folhas.

Para a artesã Durvalina Ribeiro de Souza, que trabalha com a confecção de artesanato a partir do capim dourando, a data é motivo de orgulho para todos os profissionais que vivem do artesanato. “É um privilégio poder celebrar a data comemorativa porque é do capim dourado que tiro o sustento da minha família. É uma grande honra essa homenagem como reconhecimento ao nosso dom e às nossas habilidades para produção do artesanato”, contou.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

No Tocantins, existem 30 associações que reúnem artesãos que produzem seus trabalhos utilizando matéria-prima a partir capim dourado, madeira, babaçu, cerâmica, cristais, fibra e tala do buriti, jatobá, palha de milho e bananeira, buchas vegetais, palha e fibra de coco, sementes e biojoias, couro, ouro, resina, indígena: Xerente, Karaja, Krahô, Javaé, Apinaje, Krahô Canela e Bonecos Ritxoko.

Tendo em vista a importância do artesanato, tanto do ponto de vista cultural quanto de geração de renda, Governo do Estado e parceiros incentivam a atividade, por meio de ações como a participação dos artesãos com suas respectivas produções em eventos estaduais e nacionais.

De acordo com Noraney Fernandes Castro, superintendente de Desenvolvimento da Cultura da Seden, uma conquista positiva e que valoriza a categoria foi a Carteira Nacional do Artesão, que profissionaliza a atividade e abre portas e fronteiras para a categoria do Estado. “A Carteira Nacional do Artesão foi instituída com a finalidade de coordenar e desenvolver atividades que visam valorizar o artesão brasileiro, elevando o seu nível cultural, profissional, social e econômico, bem como, desenvolver e promover o artesanato” destacou, ressaltando que atualmente já foram cadastrados 940 no Estado.

Incentivos

Além do Cadastro dos Artesãos nos municípios, a Seden por meio da Superintendente de Desenvolvimento da Cultura, também promoveu participações em eventos dentro do Estado, a exemplo da Feira Agropecuária do Tocantins (Agrotins), Feira de Negócios de Palmas e Fóruns Estaduais de Desenvolvimento Econômico; assim como em Feiras Nacionais, como à 19ª Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), em Olinda – PE, a 29ª Feira Nacional de Artesanato de Belo Horizonte – MG e o 10º Salão de Artesanato de Brasília – DF, que será realizado entre os dias 4 e 8 de abril.

O Governo também tem buscado incentivar os artesãos na geração de renda. Para isso, promoverá formação e oficinas para aprimorar as peças com o objetivo de melhor qualificação para a venda.

você pode gostar também
×