Por 8 a 0, vereadora é eleita prefeita de Araguanã para mandato-tampão após morte de gestor

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


A vereadora de primeiro mandato Irene Rodrigues (PSD) foi eleita prefeita do município de Araguanã, no norte do estado, para o mandato-tampão que vai até 31 de dezembro deste ano.

A eleição indireta ocorreu na manhã deste domingo (2), na Câmara Municipal, e a nova gestora já foi empossada no cargo . A vice é Maria de Lourdes Fortaleza (DEM).

É a primeira vez que uma mulher é eleita para comandar a cidade. O placar da votação foi 8 a 0. No pleito indireto, apenas os vereadores podem votar.

A outra chapa, encabeçada pela ex-primeira-dama do município, Raimunda da Silva Leite (PSC), não recebeu nenhum voto.

A eleição foi convocada depois que o prefeito eleito em 2016, Fernando do Osmar (PSD), renunciou ao cargo em dezembro de 2017 e o vice-prefeito, Hernandes Neves de Brito (DEM), morreu vítima de complicações da Covid-19 após passar um mês internado em um hospital de Araguaína.

Durante a internação de Hernandes, o cargo de prefeito chegou a ser ocupado interinamente pelo presidente da Câmara Cícero Cruz de Araújo (PDT), mas ele também faleceu após sofrer um infarto fulminante na saída de um restaurante em Araguaína. Com isso, a vice-presidente da Câmara assumiu o comando do município e agora foi eleita para o mandato-tampão.

A nova prefeita disse que vai priorizar o atendimento à população, a valorização dos servidores públicos e o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

“Já estamos fazendo o possível e o impossível. Temos o decreto do uso de máscaras, álcool em gel, distanciamento e isolamento. A prioridade é tratar bem nossa comunidade, em especial nossos servidores públicos”, disse Irene Rodrigues.

Fonte afnoticias
você pode gostar também