Sisemp volta a cobrar Prefeitura proposta para pagamento de retroativos

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O Sindicato dos Servidores Municipais de Palmas (Sisemp) continua cobrando da Prefeitura Municipal a negociação do pagamento dos retroativo das progressões e titularidades. Desde novembro gestão e sindicato não negociam o pagamento dos direitos.

Sem acordo com a gestão, a entidade não aceitou o parcelamento em até 60 vezes proposta pela prefeitura e solicitou uma reunião para debater uma proposta dentro do limite de gastos de R$ 1.684.672,00 (um milhão, seiscentos e oitenta e quatro mil e seiscentos e setenta e dois reais), mas ainda não teve retorno.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

O Sindicato apresentou uma proposta de parcelamento em novembro, que, segundo a entidade, respeitava o limite de gastos, mas dividia o saldo em uma quantidade menor de parcelas. Para o Sisemp, a proposta da Prefeitura, que é parcelar todos os valores acima de R$ 4 mil em 60 vezes, é desrespeitosa. “Esse parcelamento desvaloriza o valor a receber pelo servidor, tornando a parcela irrisória, o que também é ruim para o município, pois esse recurso diluído não faz a economia girar”.

“Acreditamos na boa vontade da Prefeita em cumprir o que é um direito adquirido. Entretanto, parece que se não for do jeito dela, não serve. Se é possível fazer um parcelamento mais justo, qual a razão de não o fazer? ”, questiona o presidente do Sisemp, Heguel Albuquerque.

“Desta forma, além de dar continuidade com as ações judiciais individuais já iniciadas, o Sisemp intensificará as cobranças públicas à gestão municipal e convocará todos os servidores a lutarem juntos por seus direitos. A gestão precisa entender que os servidores municipais merecem respeito”, conclui Albuquerque.

Fonte portalstylo
você pode gostar também