Sem resposta da prefeitura, Janad busca Ministério Público que dá 15 dias para prefeitura resolver problemas nas UPA´s de Palmas

Em suas vistorias, Janad já constatou vários problemas e não obteve posicionamento dos coordenadores das unidades, nem da Secretaria de Saúde.

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Não é de hoje que a presidente da Câmara de Palmas, vereadora professora Janad Valcari (Podemos), vem denunciando diversos problemas encontrados nas Unidades de Pronto Atendimento de Palmas (UPA´s), durantes suas fiscalizações realizadas tanto na região sul, quanto na região norte da capital.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Em suas vistorias, Janad já constatou falta de médicos, falta de medicamentos e filas enormes de pessoas em busca de atendimento, o que se agravou com os surtos de gripe, dengue e covid-19.

A parlamentar afirma que mesmo tendo constatado os problemas, não obteve posicionamento dos coordenadores das unidades, nem da Secretaria de Saúde e, por isso, a parlamentar resolveu recorrer ao Ministério Público em busca de uma solução para os problemas nas unidades de saúde.

Ao constatar a veracidade dos fatos, o MP acatou as denúncias de Valcari e recomendou que o secretário Thiago de Paula Marconi adote, em até 24 horas, as providências necessárias para sanar a superlotação reduzindo o tempo de espera e que garanta a disponibilidade de leitos para suprir a demanda, bem como repor o estoque de medicamentos e evitar futuros desabastecimentos. “Diante da grave situação anunciada e da urgência na adoção de medidas, fica estabelecido o prazo de 24 horas, a partir do recebimento deste expediente, para manifestação acerca das providências adotadas para atendimento desta recomendação”, afirma a promotora Beatriz Regina Lima de Mello.

Continua depois da publicidade

Para Janad, a notificação do Ministério Público vai fazer com que a prefeitura busque resolver os problemas já identificados por ela durante as fiscalizações. “Estou cumprindo meu dever, pois como fiscal do povo não posso aceitar que as pessoas se humilhem ou até morram por falta de atendimento nas UPA´s de Palmas”.

Fonte agenciatocantins
você pode gostar também