Rodoviária de Palmas vai funcionar em julho com barreiras sanitárias

A recomendação foi expedida pelo MPTO, MPT e MPF. As ações serão realizadas por equipes formadas por fiscais da Vigilância Sanitária, ficais da ATR e profissionais da saúde do município.

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Atendendo a uma recomendação expedida pelo Gabinete Interinstitucional Permanente (GPI), a Prefeitura de Palmas instalará, de 1º a 30 de julho, barreiras sanitárias para controle da disseminação do novo coronavírus no Terminal Rodoviário da cidade. As ações serão realizadas por equipes formadas por fiscais da Vigilância Sanitária Municipal (Visa), ficais da Agência Tocantinense de Regulação (ATR) e profissionais dos órgãos de saúde do município.

 

O GPI é formado por membros do Ministério Público do Tocantins (MPTO), Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Trabalho (MPT). De acordo com a promotora de Justiça da área da Saúde, Araína Cesárea D’Alessandro, a recomendação foi expedida há pouco mais de 10 dias, período em que os registros de casos de Covid-19 em Palmas e em outros municípios tocantinenses aumentaram de forma descontrolada.

 

A promotora de Justiça observou que o Tocantins continua com a forte tendência de crescimento dos casos de Covid-19. Já são 10.288 registros de pacientes com a doença e 192 óbitos causados pelo novo coronavírus, conforme o último Boletim Epidemiológico publicado neste domingo, 28. Palmas é a cidade com a segunda maior incidência de Covid-19 no Estado, com 1.675 casos registrados.

 

A instalação de barreiras sanitárias no Terminal Rodoviário de Palmas faz parte do conjunto de ações que visam coibir a disseminação descontrolada do vírus na cidade. “O objetivo das barreiras sanitárias é ampliar as orientações quanto aos procedimentos para evitar a propagação do coronavírus, aumentar a fiscalização para assegurar que as medidas de segurança estabelecidas pelos órgãos de vigilância sanitária estejam sendo cumpridas e garantir que as pessoas que possam estar com a Covid-19 sejam orientadas quanto ao isolamento social e tratamento de saúde”, explicou a promotora de Justiça.

 

Blitz Sanitárias

 

As equipes escaladas para o trabalho no Terminal Rodoviário de Palmas vão realizar “blitz sanitárias” que consistem em ampliar as orientações e informações gerais sobre a Covid-19 a passageiros, motoristas e trabalhadores. Também vão aplicar questionário rápido de cunho clínico-epidemiológico a fim de coletar informações sobre contato com pessoas confirmadas ou suspeitas com a doença, áreas frequentadas recentemente e possíveis sintomas.

 

As equipes realizarão, ainda, a aferição de temperatura corporal e orientação para que as pessoas aprendam a identificar os sintomas da doença e conheçam os fluxos para atendimento na rede municipal de saúde de Palmas. Além disso, os pacientes identificados com sintomas no momento da entrevista serão encaminhados para atendimento e agendamento da coleta do teste rápido dentro do prazo adequado.

Fonte t1noticias
você pode gostar também