Pessoas de 49 a 53 anos serão vacinadas contra Covid a partir desta segunda (28) em Araguaína

Moradores que se enquadram nessa faixa etária precisam procurar as Unidades Básicas de Saúde com os documentos pessoais e cartão de vacina. Imunização para esse grupo segue até a próxima sexta-feira (2).

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Pessoas, com idade entre 49 e 53 anos e sem comorbidades, vão começar a ser vacinadas a partir desta segunda-feira (28), em Araguaína. A aplicação da primeira dose para esse grupo será realizada nas Unidades Básicas de Saúde, até a próxima sexta-feira (2).

A vacinação para moradores dessa faixa etária será realizada em paralelo com a de caminhoneiros e moradores de rua, que receberão o imunizante da Janssen. O município recebeu 3.555 unidades nesse primeiro lote. O imunizante é aplicado em esquema de dose única. Prefeitura da cidade disse que levou em consideração a dificuldade de completar o esquema vacinal desta parcela da população.

Moradores, de 49 a 53 anos, devem procurar a unidade de saúde mais próxima da sua casa. As doses estarão disponíveis das 7h às 13h nas Unidades Básicas de Saúde Setor Ponte e Novo Horizonte.

A população também pode procurar o Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma, na Via Lago, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

No horário entre 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, vão funcionar as seguintes unidades:

  • UBS Avany Galdino, do bairro São João;
  • UBS Couto Magalhães, no setor Couto Magalhães;
  • UBS Maria dos Reis, no setor Barros;
  • UBS Dr. Dantas, no setor Costa Esmeralda;
  • UBS Manoel dos Reis Lima, no setor Jardim das Flores;
  • UBS Lago Azul;
  • UBS José Ronaldo Pereira, da Dom Orione;
  • UBS Senador Benedito Vicente Ferreira, no setor José Ferreira
  • UBS Bairro de Fátima;
  • UBS Nova Araguaína.

 

Moradores devem apresentar no momento da vacina o cartão de vacinação, CPF, documento pessoal com foto e cartão do SUS.

Outros grupos

 

A Prefeitura de Araguaína já imunizou 54.229 pessoas com a primeira dose da vacina e 17.582 com a segunda dose e continua fazendo a imunização de outros grupos prioritários, que incluem os trabalhadores da indústria.

Para que o profissional da indústria possa receber a vacina, a empresa em que ele trabalha deve emitir uma declaração contendo os dados institucionais, como Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e os dados do funcionário.

Fonte globo
você pode gostar também