Queiroga: “Eu me preocupo com CTI, CPI é problema do Parlamento”

Ministro deve ser reconvocadoDisse que está à disposição

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta 5ª feira (13.mai.2021) que se preocupa com CTI (Centro de Terapia Intensiva), porque a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid “é um problema do Parlamento”. Ainda assim, colocou-se à disposição do Congresso Nacional.

Queiroga foi questionado sobre a CPI da Covid na entrada do Ministério da Economia, onde se reuniu com o ministro Paulo Guedes para tratar de um programa de assistência aos pacientes pós-covid. “Eu me preocupo com terapia intensiva, CTI. A questão da CPI é um problema do Parlamento”, falou.

O ministro afirmou que já prestou os esclarecimentos que lhe cabiam na CPI. Senadores de oposição, contudo, dizem que ele não respondeu muitos questionamentos. Por isso, o titular da Saúde deve ser convocado a prestar novo depoimento. Queiroga disse que estará “sempre à disposição, não só da CPI, mas do Congresso Nacional como um todo e dos demais órgãos do estado brasileiro”.

PÓS-COVID

Marcelo Queiroga está elaborando um programa com o intuito de oferecer a “assistência adequada” aos pacientes que sofrem de doenças cardiovasculares durante a recuperação da covid-19. Ele procurou o ministro da Economia para tratar do assunto por conta do “impacto no Orçamento”.

O titular da Saúde não informou o custo do programa, mas disse que “Guedes foi muito receptivo” à ideia. Queiroga espera que o programa comece a funcionar ainda neste ano. O ministro foi à Economia junto com os professores Fábio Jatene e Protásio Lemos da Luz, da Universidade de São Paulo (USP).

Fonte poder360
você pode gostar também