Queimadas destroem mais de 660 mil hectares de floresta na Europa

Incêndios florestais registram recorde no continente

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


O verão europeu tem registrado altas temperaturas e secas prolongadas que resultaram no aumento do número de incêndios florestais. De acordo com dados do Sistema Europeu de Informações sobre Incêndio Florestais, 662.776 hectares foram destruídos pelos incêndios apenas em 2022.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

Ainda segundo o levantamento, publicado neste domingo (14), os números representam o recorde da série histórica iniciada em 2006.

Entre as áreas mais atingidas pelos incêndios florestais está a Península Ibérica. A Espanha teve duas grandes ondas de calor nos últimos três meses que causaram a queimada de mais de 240 mil hectares. Já em Portugal, o fogo atingiu o parque natural Serra da Estrela, reconhecido pela UNESCO.

A França também vive um cenário de incêndios sucessivos na região de Bordeaux. Segundo os dados, o número de áreas queimadas foi o pior desde 2006. A situação francesa exigiu mobilização dos países vizinhos, que enviaram bombeiros para conter os focos.

Fonte band
você pode gostar também
×