20 milhões de brasileiros afirmam passar fome

Dados revelam o aumento da insegurança alimentar e apontam que o número de favelas quase dobrou em nove anos

Tempo estimado para leitura: 1 minuto(s)


Quase 20 milhões de brasileiros declararam passar 24 horas ou mais sem ter o que comer em alguns dias no país. Outros 24,5 milhões não têm certeza de como vão se alimentar no dia a dia e reduziram a quantidade e a qualidade do que consomem.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

O levantamento é da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional e foi realizado em 2019, portanto antes da pandemia. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (13) e revelam a insegurança alimentar ainda antes do período da pandemia, quando a situação piorou.

Em dezembro do ano passado, mais da metade dos brasileiros – 55% – sofriam de algum tipo de insegurança alimentar – grave, moderada ou leve.

Ao mesmo tempo, a alta taxa de desemprego e a queda na renda fizeram explodir o número de favelas nos últimos nove anos.

Passaram de 6329 para 13151 entre 2010 e 2019, segundo o IBGE.

Na opinião do colunista da BandNews FM e presidente do Instituto Locomotiva, Renato Meirelles, a insegurança alimentar tem efeitos diversos, com graves consequências para a escolaridade.

Fonte band
você pode gostar também