SÃO BENTO: Acusado de estuprar crianças usava revólver para intimidar vítimas

Tempo estimado para leitura: 2 minuto(s)


Em ação realizada no âmbito da operação Nacional “Resguardo”, de combate à violência doméstica praticada, sobretudo, contra mulheres que foi deflagrada nesta terça-feira, 8, em todo o território nacional, em alusão as comemorações do dia internacional da mulher, a Polícia Civil do Estado Tocantins, por intermédio da 1ª Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e Vulneráveis de Araguatins, efetuou a prisão de um indivíduo de 62 anos de idade, o qual é suspeito pela prática de duplo estupro de vulnerável contra uma criança de 10 anos e uma adolescente de 13 anos. As duas são irmãs e eram vizinhas do suposto autor.

Segundo apontaram as investigações da DEAM-V, às vítimas eram vizinhas do investigado e, em virtude de não haver muro dividindo os lotes, quando as crianças estavam brincando no quintal de casa eram abordadas pelo investigado sob ameaça de arma de fogo e obrigadas a entrar na residência do indivíduo. Sob ameaças de morte, as irmãs eram conduzidas para o quarto onde era consumido o estupro.

-- Publicidade --

-- Publicidade --

“O investigado se aproveitava da proximidade das residências e no momento em que avistava as crianças brincando, sacava seu revólver calibre 38 e fazia com que as vítimas entrassem em sua casa, onde as estuprava”, ressalta o delegado Eduardo Morais Artiaga, responsável pelo caso. Os crimes teriam ocorrido no fim do ano de 2020, sendo que, assim que foram informados sobre os fatos, os policiais civis da DEAMV deram início às investigações e obtiveram fortes indícios de autoria e materialidade dos crimes, fazendo que o delegado Eduardo Artiaga representasse junto ao Poder Judiciário pela prisão do indivíduo, fato que foi deferido pela Vara Criminal da Comarca de Araguatins.

De posse da ordem judicial, os policiais civis foram até a fazenda em que o suspeito residia na zona rural de São Bento do Tocantins e o prenderam. Na ocasião da prisão do investigado foi localizado um revólver calibre 38, possivelmente a arma que foi usada para coagir as vítimas do estupro.  Além disso, os policiais também localizaram e apreenderam no interior do imóvel, três espingardas, sendo duas de fabricação artesanal, e uma espingarda calibre 32, além de munições calibre 38 e 28.

Após ser preso, o homem foi conduzido até a sede da 1ª DEAMV, onde a autoridade policial deu cumprimento a ordem judicial. Após os procedimentos legais cabíveis, o homem foi encaminhado à carceragem da Cadeia Pública de Araguatins, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Fonte folhadobico
você pode gostar também